INCRÍVEIS COISAS DESCOBERTAS AO ACASO.



O meu grande amigo, o químico alemão August Kekulé, certa vez, entediado pela demora do ônibus, adormeceu no ponto e sonhou com uma cobra que mordia o próprio rabo enquanto rodopiava vertiginosamente. Essa cobra, cujo nome é Ouroborus, é um símbolo muito conhecido, que representa, entre outras coisas, a eternidade, o eterno retorno, a roda da existência, etc.


Pois bem, graças esse fenômeno, chamado de Serendipidade, que significa uma descoberta afortunada feita, aparentemente, por acaso, Kekulé obteve a inspiração para o entendimento de como os átomos do anel benzênico se ligavam entre si, princípio básico da química orgânica.


Por uma dessas estranhas coincidências do destino, eu tive exatamente o mesmo sonho, e no mesmo momento que meu Amigo. Ora, é claro que um homem como eu não poderia deixar por menos, e assim como Kekulé, inspirado pela imagem de uma serpente rodopiando vertiginosamente também criei algo incrível, o bambolê.
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Não olhe agora, mas você está sendo vigiado...

Uma das minhas criações

NEVASCA