VISITA SURPRESA




De repente um discípulo entrou correndo na sala de meditação do Grande Mestre Niestévisky e avisou, bastante assustado e ofegante, que um enorme helicóptero do exército americano estava pousando nos famosos “Jardins Despencados” do instituto. (Na verdade os jardins deveriam ser suspensos, mas por um erro de execução, eles acabaram caindo)


Com a sua habitual calma, o Mestre, que estava sentado em posição de lótus, levantou-se, deu pausa no seu Playstation 3 e foi até os jardins para verificar pessoalmente o que estava acontecendo.


Chegando lá, Niestévisky viu que o helicóptero já havia pousado e algumas pessoas estavam saindo do seu interior. Eram todas pessoas conhecidas: O presidente dos Estados Unidos, o Presidente da Rússia, Representantes do parlamento europeu, o Papa, o presidente da ONU, O Bispo Edir Macedo, e mais alguns outros importantes líderes mundiais.


Porém, no meio de todas aquelas pessoas famosas, uma se destacava. Era um homem baixinho, mais ou menos um metro e quarenta, com dois olhos grandes e negros, duas antenas saindo do topo da sua testa, e a pele verde.


Niestévisky caminhou até o grupo, cumprimentou cordialmente a todos e depois perguntou qual era a razão daquela visita surpresa. O presidente americano deu um passo para a frente e disse:

_Senhor Niestévisky, nós estávamos reunidos na ONU, discutindo os rumos da civilização, quando de repente um disco voador começou a flutuar sobre o prédio onde nos encontrávamos. Corremos todos para olhar aquilo. Depois de alguns minutos de angustiante espera, uma porta se abriu na parte de baixo do disco e um raio luminoso saiu de lá. Por esse raio deslizou esse sujeito verde.


Quando chegou ao chão ele puxou um aparelho, que num primeiro momento pensei se tratar de alguma incrível arma destruidora de planetas, mas depois descobri que era apenas um tradutor instantâneo. O homenzinho apertou um botão no aparelho para ligá-lo, mas o aparelho não funcionou. O ET começo a gesticular, e só com muito esforço é que conseguimos entender o que ele queria nos dizer. Ele havia esquecido de colocar as pilhas.


Isso causou um certo transtorno, pois é domingo e todas as lojas estão fechadas. Mas, graças a Deus, o Papa lembrou-se de que ele tinha um mp3 player, com pilhas novas, dentro do porta-luvas do seu papamóvel. Mandamos um dos seguranças buscar as pilhas e as colocamos no tradutor. Agora poderíamos finalmente descobrir o que o extraterrestre queria de nós. Ele colocou a boca perto do aparelho e disse alguma coisa na sua língua nativa, algo mais ou menos parecido com “cdkeoid dfpe, kfsju” Demorou um pouco até que o aparelho processasse a frase, mas finalmente saiu a tradução, que era a seguinte: “Levem-me ao seu líder!” E... bem... achamos melhor obedecer, e é por isso que estamos aqui agora.

Infelizmente, ninguém soube o que Niestévisky e o ET conversaram, já que a conversa toda se deu no gabinete do Mestre e não houve testemunhas. Uma pessoa, que me pediu para não ser identificada, me disse que o homenzinho do espaço não queria nada importante, desejava apenas tirar uma foto com Niestévisky e conhecê-lo pessoalmente. Mas como a fonte não me deu nenhuma prova da sua afirmação, o mistério sobre a conversa ainda permanece.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não olhe agora, mas você está sendo vigiado...

Uma das minhas criações

NEVASCA