OS MITOS SOBRE O GRANDE SÁBIO NIESTÉVISKY.

Sendo o Grande Mestre uma figura muito popular, é inevitável que surja no meio do povo uma porção de “histórias” a seu respeito, todas elas desprovidas de qualquer prova material. Ao ser questionado sobre a veracidade dessas lendas, ou mitos, ou mentiras, o Mestre não confirma nem nega nenhuma delas. Segundo ele, é bom que o povo dê asas a imaginação, desde que não denigram a sua imagem, porque se fizerem isso ele processa e ainda joga uma praga.

Vamos a algumas dessas lendas:

Dizem que quando era criança, Niestévisky foi submetido a uma operação de fimose. Segundo o que muitos afirmam, os bancos do seu automóvel são encapados com a pele que foi retirada do seu prepúcio.

Dizem que Niestévisky é um alquimista original, pois ele foi o primeiro, e possivelmente o único, homem do mundo a conseguir a incrível façanha de transformar ouro em chumbo. Dizem também que ele conseguiu fabricar o elixir da vida eterna, mas que com o passar do tempo a sua validade venceu, o elixir estragou-se e teve que ser jogado fora.

Dizem que Niestévisky fez uma tatuagem em si mesmo. Ele desenhou uma águia nas próprias costas. Parece que o resultado ficou tão perfeito que, assim que foi terminada, a águia bateu as asas e fugiu.

Dizem que certa vez, Niestévisky disfarçou-se de mulher, para fins de pesquisa antropológica, sociológica, e psicológica. Ele viveu como mulher durante três anos. Dizem que o disfarce ficou tão perfeito que ninguém percebeu a verdade, nem mesmo o seu ginecologista. Há também quem afirme que durante esse tempo, ele chegou a se casar com um estivador e que tiveram dois filhos.

Dizem que Niestévisky conseguiu a incrível façanha de ressuscitar, mesmo sem haver morrido. Encontrei quatro pessoas que afirmaram terem presenciado o milagre. É claro que não pude deixar de perguntar como foi possível alguém ressuscitar enquanto ainda estava vivo. Nenhum deles soube me explicar, apenas disseram que foi assim que aconteceu e pronto.

Dizem que nas férias o Mestre se retira para uma torre enorme que ele mandou construir no interior do estado de Minas Gerais. A torre, em quase a sua totalidade, abriga a vastíssima biblioteca particular do Mestre. Lá, segundo dizem, podem ser encontrados os manuscritos originais de todos os grandes clássicos da humanidade, como, por exemplo: A Divina Comédia, os quatro evangelhos, a Odisséia etc. Todos eles em perfeito estado de conservação, e devidamente autografados e com dedicatórias dos seus autores para o Grande Sábio Niestévisky.
Dizem que na cobertura dessa torre o Mestre mandou construir um apartamento, onde ele descansa e estuda. Dizem que é um apartamento muito bonito, espaçoso e com vista para o mar.
Quando ouvi isso, não pude deixar de perguntar para a pessoa que me contava sobre a tal torre, como era possível que o apartamento tivesse vista para o mar, se em Minas Gerais não tem mar. O sujeito me olhou nos olhos e disse: Pois então, eu não disse que a torre é bem alta!

Não sei se esses relator são verídicos ou não, mas em todo caso, fica o registro.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Não olhe agora, mas você está sendo vigiado...

NEVASCA

Os visitantes.