Niestévisky, o conselheiro sentimental.

Certa vez, o Grande Sábio Niestévisky estava num baile, acompanhado de um dos seus muitos discípulos. O mestre estava lá apenas para fazer uma pesquisa sociológica, pois ele abomina a dança. Para Niestévisky, a dança é um ato sexual, com a única diferença de que se faz vestido e em pé. Niestévisky resolveu adotar o celibato quando completou 85 anos de idade, afinal, segundo ele mesmo disse, é melhor ser reconhecido como celibatário do que como broxa.

Mas enfim, continuando, ele estava parado num canto do salão, observador, com o seu olhar aguçado, a tudo o que se passava, enquanto tomava a sua bebida preferida, criada por ele mesmo, o São Cowboy. Para os curiosos, essa bebida consiste numa dose dupla de whisky e um cubo de gelo, mas o gelo deve ser feito de água benta, para rebater os possíveis malefícios demoníacos do álcool. De repente o seu discípulo se aproxima, aparentando estar perturbado com algo. O mestre então pergunta o que há de errado e o seu discípulo responde:

Discípulo: Mestre, uma mulher está dando em cima de mim!

Niestévisky: Mas e daí? Converse com ela. Afinal de copntas, o celibatário aqui sou eu.

Discípulo: Mas mestre, eu não posso...
Niestévisky: Não me diga que você é uma bixona... (a bebida havia deixado a língua do mestre um pouco solta demais)

Discípulo: Não, oh Grande Sábio, é que ela é muito feia.

Ao ouvir isso, o mestre se achou na obrigação de conduzir aquela pobre alma ignorante, pelos caminhos da sabedoria. Colocando a mão sobre o ombro do seu discípulo, para não cair, disse o mestre:

Meu pobre e confuso pupilo, aprenda com o seu mestre, enquanto eu ainda estou caminhando entre os vivos, não existe mulher muito feia. Depois de anos de estudo, eu descobri que Deus vigia de perto todas as gestações, assim, quando Ele identifica que um feto do sexo feminino está descambando para a feiúra estrema, o Grande Arquiteto do Universo altera as características físicas da criança e lhe acrescenta um pênis. Portanto aprenda, mulher muito feia nasce homem!

É claro que nem todas as mulheres do mundo são um exemplo de beleza, mas todas elas possuem algum encanto escondido, ela pode saber fritar um ovo, ou passar um café gosto, sei lá, são infinitos os talentos femininos que podem estar ocultos por trás de uma fachada meio derrubada. Além do mais, sejamos francos, se ela fosse bonita não iria querer ficar com você, não tem espelho em casa não?!

Ao ouvir isso, o discípulo abaixou a cabeça, num gesto de reverência diante de tamanha sabedoria, e foi conversar com a tal mulher. Depois ele me confidenciou que aquela noite foi uma loucura. Os dois fizeram amor no banco de trás do carro do mestre, enquanto isso, Niestévisky, sentado num barranco, cantava La Cucaracha e vomitava fluídos cósmicos pelo chão.
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Não olhe agora, mas você está sendo vigiado...

Uma das minhas criações

NEVASCA