Seguir por Email

20 de set de 2010

Esboço de um possível candidatura...




Segue abaixo um breve esboço do que seria o texto de lançamento da candidatura de Niestévisky à presidência da república. Infelizmente nosso candidato acabou desistindo por causa da enorme pressão que sofreu por parte das forças ocultas, e também por causa da sua mundialmente conhecida preguiça (que Niestévisky prefere chamar de imobilidade búdica) :




PNA (Partido Niestéviskyniano Absolutista)

É com enorme alegria, e senso de dever cívico cumprido, que anunciamos o lançamento de Niestévisky para a presidência da república!

NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES NÓS SOMOS A MELHOR ALTERNATIVA.

Definição política do PNA: Cansados das velhas ideologias fracassadas, resolvemos adotar uma nova ideologia fracassada. A nossa orientação política é adaptável à situação do momento, às vezes somos de esquerda, noutras de direita, e vice-e-versa.

PNA: O primeiro partido ambidestro do mundo.

Mas você deve estar se perguntando: Por quê votar em Niestévisky para presidente? Bem, são várias as razões, mas a principal é: E por que não?
Além disso, Niestévisky é um candidato humano e tem um bom coração, segundo resultado de exames cardiológicos feitos recentemente. Niestévisky também é bípede e possui todas as características antropomórficas básicas, ou seja, Niestévisky é uma pessoa igual a você, apenas infinitamente melhor, é claro.

Agora saiba um pouco mais sobre como o nosso candidato pensa:

Niestévisky ama o planeta, e por isso promete reinstaurar o geocentrismo.


Niestévisky jamais descumpriu as leis... ao menos não as da gravidade e da termodinâmica.


Niestévisky é a favor da teoria da evolução e da teoria do criacionismo. Apenas acha que o criacionismo ainda precisa evoluir um pouco mais e aceitar como verdadeira a teoria da evolução.
Niestévisky é um ecologista, e por isso é contra a prisão de animais em jaulas e gaiolas, excessão feita para freezeres e geladeiras, ou se eles cometerem algum crime.
Niestévisky é um democrata e respeitas as pessoas que têm opinião diferente das dele, afinal, não se pode exigir que todos sejam perfeitos.
Niestévisky preserva as tradições, por isso, quando eleito, pretende deixar tudo exatamente como está.

SOBRE O PROBLEMA DOS APOSENTADOS:

Niestévisky entende muito bem o drama dos aposentados do país, afinal, se Niestévisky, um homem que possui 17 aposentadorias, não entende do assunto, quem mais entenderia?

Niestévisky sempre foi um homem esforçado e que nunca se deixou levar pelas dificuldades da vida. Niestévisky desconhece o significado da palavra ócio, e de muitas outras também.

Niestévisky entende a importância da classe trabalhadora, afinal, o trabalho é necessário para a vida, e se não existissem os trabalhadores, quem teria que trabalhar seria ele mesmo.

SOBRE O PROBLEMA DA SAÚDE PÚBLICA:

Niestévisky ama os doentes e conhece os seus dramas, pois trabalhou como médico por muitos anos em pequenas cidades do interior, e apenas deixou de exercer essa belíssima profissão porque as autoridades exigiam que ele apresentasse um diploma. Infelizmente as mesmas autoridades se negavam a lhe fornecer um diploma, sobre a alegação que para isso Niestévisky deveria ter frequentado a universidade de medicina.

Niestévisky garantirá médicos para todos! E tenha certeza, se eleito, Niestévisky promete que você não será atendido por um médico mal humorado e sem vontade de trabalhar. Com Niestévisky na presidência os pobres do Brasil serão atendidos por um médico legal.

SOBRE O PROBLEMA DO CAMPO:

E, finalmente, com Niestévisky na presidência os trabalhadores rurais não serão esquecidos, pois nosso candidato foi criado numa pequena fazenda, muito pobre, onde conheceu muitas dificuldades. Mas graças a essa infância sofrida, ele aprendeu o valor do trabalho duro, e o valor ainda maior de evitar o trabalho.

Pobre, e não dispondo de muita terra para cultivar, nosso candidato plantava produtos básicos para garantir a subsistência. Ele e sua família cultivavam produtos como arroz, feijão, macarrão etc

Sim, aqueles foram tempos difíceis, mas nosso candidato não se deixou abater pelas dificuldades da vida. Quando perguntado sobre as lembranças da sua infância, ele, ao invés de lamentar, sempre conta alguma lembrança agradável, como por exemplo, a beleza do instinto maternal de uma galinha amamentando os seus pintinhos.


Bem, assim termina o esboço, mas ele está bem guardado, afinal, não se sabe o dia de amanhã...

15 de set de 2010

DIÁLOGO SOBRE A MARCHA INEXORÁVEL DO DESTINO










O discípulo, sempre querendo aprender com o mestre, aproxima-se de Niestévisky e pergunta:


Discípulo: Oh mestre, estive refletindo sobre o destino e não cheguei a nenhuma conclusão. Por isso resolvi perguntar, o senhor acredita em livre arbítrio?

Niestévisky: Claro que não! Essa coisa de livre arbítrio é bobagem!

Discípulo: Mas então em quê o senhor acredita.
Niestévisky: Creio na marcha inexorável do destino.

Discípulo: Então o senhor crê que todos nascem com um destino pré-determinado do qual não podemos escapar jamais?

Niestévisky: Isso mesmo, mas não somente isso. Creio que o homem está preso não apenas a um destino, mas a vários. E são tantos os destinos, que ele pode até escolher aquele que achar melhor.

Discípulo: Ah, o senhor me desculpe, mas agora eu não entendi!!! Isso não dá na mesma que o senhor dizer que acredita em livre arbítrio?!?!

Niestévisky: Bem, de modo geral sim, mas há uma grande diferença.
Discípulo: Que diferença?

Niestévisky: A diferença é que se eu tivesse respondido que eu acredito em livre arbítrio logo de cara, esse texto teria ficado muito curto, e sem nenhuma graça.

7 de set de 2010

TERAPIA




Um rapaz chega até Niestévisky e diz:


Rapaz: Mestre, preciso da sua ajuda.


Niestévisky: Sim, claro. Qual é o seu problema?

Rapaz: Bem, o problema não é comigo, é com o meu irmão. Acho que ele não está muito bem da cabeça, fala coisas sem muito sentido, às vezes tem crises de agressividade ou profunda melancolia.

Niestévisky: Sei, Deve ser algum transtorno psicológico. Traga aqui o seu irmão que farei umas sessões de psicoterapia com ele.

Rapaz: Obrigado, mas acho que ele não vai aceitar. Meu irmão é muito incrédulo e não acredita nessas coisas.

Niestévisky: Mas diga a ele que funciona, eu garanto. Eu mesmo já tive um problema e ele foi resolvido graças à psicanálise.

Rapaz: Verdade?

Niestévisky: Sim, foram longos anos de sessões, mas no final eu acabei completamente curado.

Rapaz: E, se me permite a pergunta, como foi a sua cura?

Niestévisky: Bem, um dia eu cheguei ao consultório e de repente tudo ficou claro na minha cabeça, os meus pensamentos se ordenaram e assim eu soube que eu estava finalmente livre do mal que me afligia. Sabe, meu jovem, eu descobri algo muito importante naquele meu último dia de análise, algo que teve uma grande influência na minha vida.

Rapaz: Interessante. E o que o senhor descobriu?

Niestévisky: Graças aos muitos anos de análise, eu finalmente descobri, para o meu espanto, e principalmente para o espanto do meu psicoterapeuta, que ele era uma alucinação.