Seguir por Email

17 de dez de 2013

Meu novo amigo



Estou feliz, acabei de voltar do pet shop onde comprei um animal de estimação (o modo menos cansativo e dispendioso de arrumar um amigo verdadeiro).
Na verdade a loja não é exatamente um pet shop, na verdade nem é uma loja, na verdade comprei de um vendedor na rua, um sujeito simpático que vende absolutamente tudo. Saiu bem barato, e já veio vacinado. Segundo o vendedor, ele já está devidamente vacinado com todas as vacinas obrigatórias, tuberculose, difteria, tétano, coqueluche, sarampo, hepatite, rubéola e paralisia infantil.
Bem, continuando o que eu estava dizendo, a minha alegria é tanta que resolvi colocar a foto dele aqui para vocês conhecerem, registrei o momento exato em que eu o estava desempacotando.

Eu sempre quis ter um desses, por isso estou radiante e eufórico de tanta alegria. Agora me digam, essa coisinha fofa não é o mais lindinho e fofo filhote de coelho que vocês já viram?

16 de dez de 2013

Uma noite alucinada.




Ontem eu estava dirigindo meu carro, ao lado da minha esposa, e um policial me parou alegando que eu aparentava estar bêbado. Bem, se bebi ou não, realmente não sei, pelo menos não me lembro. Mas confesso que existem alguns indícios de que eu tenha bebido realmente, já que eu não tenho carro, não sei dirigir e nem tenho esposa.
Bem, depois de vomitar um pouco, provavelmente por causa do meu nervosismo diante daquela situação, eu olhei para os dois guardas, e notei algo inusitado, eram irmãos gêmeos e se moviam com uma sincronia impressionante.
Escolhi um dos dois guardas, apontei meu dedo para ele e disse: ‘’Policial, o senhor sabe com quem está falando?’’ Ele responde que não, e isso foi muito frustrante para mim. Eu esperava que ele soubesse quem eu era, e que me contasse, já que naquele momento eu não fazia a menor idéia da minha identidade.
Bem, mas o que importa é que no final tudo deu certo e ao sair dali, fui rever uns camaradas que eu não via há muito tempo. Por falar nisso, quero mandar um abraço para eles, pro Coice De Mula, pro Zé Cavalo Doido e pro Tião Pé de Cabra, e também para os outros rapazes que conheci ontem, enfim, um abraço para todos da cela 4. 

13 de dez de 2013

A Desesperadora Calma!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...



É incrível como a meditação tem a capacidade de acalmar as pessoas. Ontem eu me coloquei em posição de lótus, com as pernas cruzadas e os pés apoiados sobre as coxas, e meditei por meia hora. 
A calma que se apossou de mim foi tão grande que depois da meditação eu esperei calmamente e sem emitir nenhuma reclamação ou palavra áspera, por quase cinco horas, até que aparecesse alguém que me ajudasse e soltar as minhas pernas daquela posição.

8 de dez de 2013

Goteira






Está chovendo aqui em casa já faz uma hora, e descobri que tem uma goteira na minha sala. Isso é muito chato, além de molhar todo o chão tem o incômodo psicológico de ver as gotas caindo, uma a uma, em intervalos regulares de tempo, e fazendo um pequeno, mas irritante barulho quando caem. 
Isso já está ficando insuportável, vou esperar mais alguns minutos, se não parar de chover serei obrigado a tomar alguma atitude contra essa goteira. Meia hora, e nada mais! Se não parar de gotejar eu me levanto daqui e saio de baixo dela!

3 de dez de 2013

Descoberta acidental




Acho que descobri, acidentalmente, a poção mágica que é capaz de nos fazer viajar pelo espaço-tempo. Ontem fui numa festa de uns amigos e lá pelas tantas resolvi ir para trás do balcão do bar e preparei uma mistura de bebidas, com tudo o que tinha. Tomei e, inexplicavelmente, quando dei por mim eu já estava aqui em casa, deitado na minha cama e era meio dia. Incrível! 
Bem, agora preciso ir tomar um remédio, estou morrendo de dor de cabeça, provavelmente deve ser efeito da viagem espaço-temporal.