Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

MEMÓRIA NATALINA

Imagem
Durante a ceia de natal Niestévisky estava reunido com seus discípulos. antes que fosse servida a comida algumas pessoas pediram que ele dissesse algumas palavras sobre o natal. Como ele havia bebido um pouco, a sua capacidade criativa estava um pouco comprometida e nenhuma ideia lhe passou pela cabeça, assim, em vez de proferir um discurso edificante, com a voz levemente enrolada e pastosa, ele resolveu apenas contar uma passagem natalina da sua infância:

Estou me lembrando agora, de um natal em particular, que se passou quando eu era criança. Eu estava no meu quarto, deitado sobre a cama e pensando sobre os grandes temas do universo, e visualizando mentalmente imágens belas e profundas. Meus pais não estavam em casa naquela noite. Lá estava eu, sozinho, absorto em profundos pensamentos místicos, quando de repente ouvi um ruído. Levantei e fui ver o que era. O barulho parecia vir do lado de fora da casa. Espiei pela janela e vi, por mais inacreditável que possa parecer, o trenó do pap…

MINHA INFÂNCIA

Imagem
Eu fui uma criança precoce.



Ainda pequeno, eu já demonstrava
os meus enormes poderes.



Infelizmente cometi alguns pequenos erros



Mas graças a modernas técnicas pedagógicas eu retornei ao bom caminho
E finalmente atingi a iluminação. Já faz muito tempo que passei pela infância, mas confesso que ainda sinto saudade de algumas coisas...





Reflexões sobre mais um sonho estranho de Niestévisky.

Imagem
Niestévisky estava sentado na cadeira de balanço, na varanda de sua residência de campo, fumando um cigarro apagado, já que o médico o proibiu de fumar cigarros acesos, enquanto olhava para o nada com um profundo olhar vazio e meditativo. Seu discípulo, ao passar por ali e ver o mestre em tal posição, não resistiu e foi perguntar o que estava se passando no interior daquele magnífica cabeça.

Discípulo: Mestre, desculpe a minha curiosidade, mas eu, enquanto simples mortal que sou, apenas um pobre homem submerso nas trevas da ignorância, não posso deixar de perguntar quais maravilhosos pensamentos passam agora pela sua cabeça. Vejo o quanto o senhor está pensativo, com certeza deve se tratar de algum assunto elevado.

Niestévisky: Sim, de fato estou aqui meditando sobre algo que aconteceu comigo hoje.

Discípulo: Quando, hoje pela manhã?

Niestévisky: Não, foi durante a madrugada, enquanto eu dormia.

Discípulo: E o que aconteceu durante o seu sono sagrado, oh Grande sábio maravilhoso, oh gênio …