Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

UM BREVE CONTO DE TERROR POLÍTICO.

Imagem
Essa noite tive um pesadelo horrível. O mundo havia sido invadido por zumbis candidatos a vereador, seguidos por uma horda de eleitores sem cabeça. Eles me perseguiam pedindo o meu voto e me obrigavam a ouvir os seus planos mirabolantes.

Fugi, mas era quase impossível! Eles me perseguiam em carros funerários, e para aumentar ainda mais o meu desespero, sobre os carros estavam instaladas potentíssimas cornetas de som que tocavam sem parar uma cacofonia monstruosa de jingles políticos, quase todos paródias ridículas de músicas popularescas de quinta categoria.

Então, no auge do meu desespero, ergui as mãos para os céus e pedi socorro. Nessa hora o céu se abriu e apareceu uma figura enorme pairando entre as núvens. Parecia o Zé do Caixão, mas falava com a língua presa e tinha numa das mãos apenas quatro dedos, adornados por unhas enormes. Ele me disse: Fique calmo companheiro. E começou a fazer estranhas metáforas entre o que eu estava passando e uma partida de futebol. Lá fui eu novamen…